Em 20 de janeiro é comemorado o Dia do Farmacêutico. A data recorda a fundação da Associação Brasileira de Farmacêuticos (ABF), em 20 de janeiro de 1916, e atualmente tem o respaldo do Conselho Federal de Farmácia. Com aproximadamente dois anos de atuação no Hospital Nossa Senhora dos Navegantes, a farmacêutica assistente Stéphanie Oliveira Baggio, 28 anos, vê os profissionais da área como de fácil acesso à população. Com mestrado em Assistência Farmacêutica pela UFRGS, ela avalia sua experiência na AESC, no hospital de Torres, como “gratificante”. 

A AESC conta com mais de 40 farmacêuticos em suas unidades de saúde, como Stéphanie Baggio / Foto: Arquivo Pessoal

“Desde o momento do recebimento da prescrição médica até a dispensação dos medicamentos para a equipe de enfermagem, trabalhamos – juntamente com a equipe de auxiliares de farmácia – para que as etapas desse processo sejam realizadas da melhor forma possível, para que o paciente que está no hospital receba o tratamento adequado de acordo com suas necessidades”, esclarece.

Para Stéphanie, o farmacêutico “é um profissional da área da saúde que visa melhorar a qualidade de vida das pessoas”. O farmacêutico, segundo ela, é referência nas drogarias quando as pessoas têm alguma dúvida sobre a terapia medicamentosa prescrita pelo médico. Por serem acessíveis, é possível esclarecer dúvidas e prestar informações relevantes que irão impactar diretamente na adesão ao tratamento prescrito pelo médico.

Deixe uma resposta

Fechar Menu