Para marcar o dia 21 de setembro, Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência, convidamos um de nossos funcionários mais célebres para falar de inclusão. Uma das figuras mais conhecidas pelos corredores do Hospital Mãe de Deus é o Fernandinho. Fernando Barbosa, auxiliar de atendimento, já trabalha há sete anos acompanhando pacientes, encaminhando exames, orientando quem busca por informações.

Por seu bom humor característico, Fernandinho conquistou muitos pacientes, que sempre reconhecem o ótimo atendimento que ele oferece. Uma atividade que ele pratica fora do trabalho no Hospital contribui bastante para sua desinibição, pois quando não está recebendo nossos pacientes, ele é ator.

Já participou, inclusive, do premiado longa metragem Cromossomo 21, que conta a história da Vitória, uma menina normal, com a única diferença que possui um cromossomo a mais e isso fez com que ela nascesse com síndrome de down. O filme aborda o romance de Laura com um menino sem a síndrome e a repercussão que o relacionamento causa a todos os envolvidos.

“Meu grande propósito é defender a causa da inclusão social, por isso faço parte da Associação dos Familiares e amigos do Down, onde trabalhamos para abrir caminhos transformadores na vida de pessoas com deficiência. Hoje em dia, ainda existem muitas barreiras para as pessoas com deficiência, a sociedade deveria dar mais oportunidades, pois são pessoas capazes. Estou aqui há sete anos fazendo meu trabalho bem feito, assim como outros poderiam fazer”, destaca Fernando.

Para as pessoas com deficiência que estão procurando por oportunidades ele aconselha que procurem por um trabalho igualitário. E para os profissionais que já estão no mercado e recebem PCDs em seus setores, em suas equipes, ele deseja mais humanidade e amor no coração para que consigam acolher as diferenças.

Deixe uma resposta

Fechar Menu